Notícias

Queda de 0,5% na poupança

                                                      Saldo global de poupança apresenta queda de 0,5% na passagem de janeiro para fevereiro

O valor das operações contratadas com recursos da Poupança para a construção e aquisição de imóveis, em janeiro de2019, foi 23,9% maior que no mesmo período do ano anterior.

Depósitos de Poupança - SBPE

O saldo global de depósitos de poupança do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) fechou o último mês de fevereiro em R$ 610,465 bilhões, segundo o Relatório dePoupança do Banco Central o Brasil. Considerando a inflação do período, houve uma queda real de 0,5% desse saldo na passagem de janeiro para fevereiro, com base na série sem ajuste sazonal. Com relação ao mesmo mês do ano passado, houve crescimento real de 4,4% do saldo em fevereiro, menor taxa de variação nessa comparação interanual desde julho de 2017.

Com respeito à captação do sistema, em fevereiro foi registrada uma captação líquida negativa, de R$ 2,834 bilhões, seguindo o padrão histórico para o mês de fevereiro, como ilustrado pelo gráfico abaixo, que apresenta a série histórica do Banco Central desde 1995 a preços constantes da captação líquida do segundo mês do ano. Vale notar que, apesar da magnitude desse resultado negativo superar a dos dois anos anteriores, ela é significativamente menor do que os valores negativos apurados, já corrigidos pela inflação, em 2015 e 2016, de R$ 6,017bilhões e R$ 7,538 bilhões, respectivamente.

Como destacado em notas passadas, a expectativa para 2019 é de um crescimento econômico mais expressivo frente ao registrado em 2018, com a taxa prevista de inflação abaixo da meta (4,25%) e com a perspectiva de que a taxa Selic se mantenha em patamar historicamente baixo ao longo do ano. Com isso, espera-se que o saldo global de depósitos de poupança doSBPE volte a apresentar uma boa evolução em 2019, o que marcaria o terceiro ano consecutivo de recuperação após o declínio, em termos reais, apurado em 2015 e 2016.

Financiamentos Imobiliários

Em janeiro, o valor das operações contratadas com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), representado pela soma dos financiamentos para a construção com aqueles destinados para a aquisição de imóveis, somou R$ 5,097 bilhões, sendo R$ 1,091 bilhão para construção e R$ 4,005 bilhões para a aquisição. As informações do SBPE são daAssociação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (ABECIP) e do Banco Central do Brasil.

Na comparação com janeiro de 2018, o valor total das operações foi 23,9% maior em janeiro do ano corrente, já considerando os dados ajustados pela inflação. Para as operações para construção, o crescimento observado frente a janeiro do ano passado foi de 16,6% e, para o caso das operações para aquisição, a alta foi de 26,1% na mesma base de comparação, também em termos reais. Com respeito à variação acumulada nos últimos 12 meses em relação aos 12 meses imediatamente anteriores, o conjunto das operações avançou 25,3% até janeiro, praticamente em linha com o observado até dezembro (25,4%), enquanto que o ritmo de expansão das operações para construção no acumulado nos últimos 12 meses passou de34,1% até dezembro para 32,7% até janeiro e o das operações para aquisição, de 23,1% até dezembro para 23,3% até janeiro.

Em termos de unidades, em janeiro de 2019, foram financiadas 19.940 unidades nas duas categorias (construção e aquisição), número 26,0% superior ao número financiado em janeiro do ano passado. Percentuais semelhantes foram observados para as duas categorias na mesma base de comparação, com o número de unidades financiadas para a construção avançando25,0% (4.588 unidades em janeiro) e para a aquisição, 26,3%, com 15.352 unidades financiadas no primeiro mês do ano. No acumulado nos últimos 12 meses, houve uma modesta aceleração na passagem de dezembro para janeiro: o número total de unidades financiadas teve variação de 30,4% até janeiro, pouco acima do acumulado no ano passado (30,0%); o número de unidades para construção variou 32,5% até janeiro (32,1% em 2018); e para a aquisição, o número de unidades financiadas teve crescimento de 29,8% nos últimos 12 meses até janeiro, tendo registrado crescimento de 29,5% no ano passado.

Fonte: FIESP

https://www.fiesp.com.br/observatoriodaconstrucao/noticias/11794/


Telefones: (11) 2476- 7021 | (11) 2476- 7479

sinbevidros@sinbevidros.com.br

Av. Paulista, 1313 - 9º andar - sala 906 A. Bela Vista - São Paulo/SP CEP: 01311-923