• sinbevidros

Restaurante O Asiático, em Lisboa




A presente obra tratou-se da conversão da antiga loja de material de belas-artes, “Casa Varela”, em restaurante. A intervenção proposta consistiu no aproveitamento do edifício e logradouro existentes. Os espaços principais de acesso ao público são a sala de refeições principal, no piso térreo e a zona coberta que tem uma cobertura ligeira, transparente, com uma abertura por onde cresce uma árvore implantada no centro deste espaço semi-exterior. No primeiro piso encontra-se o bar e um espaço tipo lounge, em mezzanine, que se abre sobre a sala inferior por intermédio de um vazado.


As cozinhas situam-se no piso térreo, encostadas à empena. Da fachada principal para o interior, encontra-se a cozinha de preparação, seguida da cozinha de “quentes” e por fim a cozinha de “frios”.


Ambas cozinhas são abertas para a sala principal. A copa suja situa-se na transição entre cozinhas e articula-se com a sala por intermédio de uma pequena abertura. Já os principais locais de armazenamento encontram-se no primeiro piso. Foram criados dois circuitos, um para os clientes e outro para funcionários. O público acessa ao restaurante pela entrada principal, que dá para um hall. Neste ponto, existe uma escada principal que dá acesso ao primeiro piso e um corredor que dá acesso à sala do piso térreo. As instalações sanitárias localizam-se sobre a empena direita, no piso 0.


Os funcionários, acessam ao estabelecimento por uma entrada de serviço. A partir desta entrada, desenvolve-se uma escada de serviço de acesso ao primeiro piso, diretamente à zona de vestiários dos funcionários. Na fachada principal procedeu-se à recuperação global da mesma, mantendo-se o seu desenho inalterado. Substituiu-se a caixilharia existente, da antiga loja de produtos de belas artes, por caixilharia nova, em alumínio lacado na cor preto.


Veja as imagens:





Fonte: https://www.archdaily.com.br/br/953214/restaurante-o-asiatico-joao-tiago-aguiar-arquitectos?ad_source=search&ad_medium=search_result_projects


15 visualizações0 comentário