• sinbevidros

Macro Visão Semanal - Edição 27

Dados da Economia Brasileira na semana: 16/05 a 20/05




  • Prévia da expedição de papel ondulado (Empapel): a prévia da expedição de papel ondulado do mês de abril de 2022 indicou crescimento de 2,5% na comparação com o mês anterior, nos dados com ajuste sazonal. Em comparação com o mesmo mês de 2021, a expedição de papel ondulado registrou queda de 5,9%. Já no acumulado em 12 meses apresenta redução de 2,2%.

  • Sondagem Industrial (CNI): Sondagem Industrial nacional aponta que a produção da indústria brasileira encerrou o mês de abril em 51,4 pontos, considerando os dados sem influência sazonal. Este resultado representa redução de 3,5 pontos em relação ao mês anterior (54,9 pontos em março). Com isso, o indicador continuou indicando expansão pelo terceiro mês consecutivo ao encerrar acima dos 50,0 pontos.

  • Balança Comercial (Secex): a média diária das exportações do país passou de US$ 1,25 bilhão no acumulado até a segunda semana de maio de 2021 para US$ 1,41 bilhão no mesmo período em 2022, aumento de 12,8% entre os meses. No mesmo período, as importações aumentaram 35,2% na comparação da média diária, saindo de US$ 841 milhões em maio de 2021 para US$ 1,1 bilhão no mesmo período em 2022. O saldo médio diário da balança comercial foi de US$ 442,9 milhões na segunda semana de maio de 2021, diminuindo para US$ 270,9 milhões em média diária no mesmo período de 2022. No acumulado até a segunda semana do mês de maio, as exportações somaram US$ 14,1 bilhões e as importações, US$ 11,4 bilhões. O saldo total acumulado até a segunda semana do mês de maio é de US$ 2,7 bilhões, queda de 21,8% em relação ao ano anterior (US$ 4,4 bilhões).

  • IGP-10 (Ibre/FGV): O Instituto Brasileiro de Economia da FGV (IBRE/FGV) divulgou o IGP-10 de maio com leve aumento de 0,10% no mês. Dentre os componentes do IGP-10, destaca-se a variação negativa do IPA-10 no mês de maio (-0,08%). Os demais componentes apresentaram variações positivas. A variação do IPC-10 no mês foi de +0,54% e do INCC-10 +0,74%.

  • Segunda prévia do IGP-M (Ibre/FGV): a segunda prévia do índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) registrou alta de 0,39% na leitura do mês de maio ante aumento de 1,41% do mês de abril.

  • Produção nacional de aço (IAB): a produção nacional de aço divulgada pelo Instituto Aço Brasil (IAB) aumentou 5,64% em abril na comparação com o mês de março, de 7,7 milhões para 8,2 milhões de toneladas, dados com ajuste sazonal. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, houve redução de 1,45%.

  • Atividade de Comércio (Serasa): o Indicador de Atividade do Comércio de abril apresentou recuo de 1,22% na comparação com o mês de março, considerando os dados com ajuste sazonal. Em comparação com o mesmo período do ano anterior, a atividade do comércio apresentou leve alta de 0,82%. Já na variação acumulada em 12 meses em relação aos 12 meses imediatamente anteriores, houve crescimento de 2,41% no setor.

  • Demanda das empresas por crédito (Serasa): a demanda por crédito em abril diminuiu 15,33%, na contramão da tendência de crescimento verificada nos dois meses anteriores (fevereiro:+4,01%; março: +4,08%).

Dados da Economia Internacional na semana: 16/05 a 20/05

  • Produção industrial nos Estados Unidos (FED): segundo dados divulgados pelo Federal Reserve (Fed), a produção industrial nos Estados Unidos apresentou crescimento de 1,1% em abril na comparação com março. Na comparação com abril de 2021, a produção industrial nos Estados Unidos cresceu 6,4%.


Síntese da semana:

Os dados da economia brasileira na terceira semana de maio mostraram um ritmo menos potente no que tange a aceleração do nível de preços. O IGP-10 de maio indicou leve aumento de 0,10% no mês, abaixo da mediana das expectativas de mercado (+0,22%). Parte do alívio no indicador veio com a desaceleração dos preços no atacado (IPA-10). Na mesma linha, a segunda prévia do índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) registrou alta de 0,39% na leitura do mês de maio ante aumento de 1,41% do mês de abril. No entanto, no acumulado do ano, os preços seguem pressionados: o IGP-10 geral exibe alta de 7,73% e o IGP-M de 7,39%. Os dados setoriais da indústria apresentaram leve recuperação no mês. Houve crescimento da prévia da expedição de papel ondulado e da produção nacional de aço. No entanto, em conjunto com outros indicadoras da indústria, a expectativa é de fraco resultado na passagem de março para abril. O quadro para o setor industrial deverá ser de baixo crescimento no ano diante do aperto monetário e pressão de custos, este último resultante do desarranjo das cadeias globais de suprimentos. Por fim, mesmo com um forte crescimento das importações, o saldo comercial total acumulado até a segunda semana do mês de maio é de US$ 2,7 bilhões. No acumulado do ano, a balança comercial fechou com superávit de US$ 22,89 bilhões, uma queda de 3,5% em relação ao mesmo período do ano passado.


Agenda Econômica para a próxima semana: 23/05 a 27/05

23/05/2022 (Segunda-feira):

  • Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais (SECINT) divulga Balança Comercial Semanal.

24/05/2022 (Terça-feira):

  • IBGE divulga IPCA-15.

  • IHS Markit divulga PMI para Alemanha, Estados Unidos, Zona do Euro e China.

25/05/2022 (Quarta-feira):

  • FGV divulga sondagem do consumidor.

26/05/2022 (Quinta-feira):

  • FGV divulga a Segunda Prévia do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M).

27/05/2022 (Sexta-feira):

  • FGV divulga sondagem da construção.

  • Ministério da Economia divulga dados do CAGED.

4 visualizações0 comentário