top of page
  • Foto do escritorsinbevidros

 MACRO VISÃO SEMANAL




Veja os destaques:

  • Dados da economia brasileira e internacional na semana de 20/05 a 24/05

  • Síntese da semana

  • Agenda econômica para a próxima semana: de 27/05 a 29/05

Dados da Economia Brasileira na semana: 20/05 a 24/05 

  • Expectativas do mercado (Relatório Focus/Banco Central): a mediana das expectativas do mercado, divulgada pelo relatório Focus do Banco Central referente a 17 de maio, indica que o IPCA de 2024 deverá encerrar em 3,80%. Em relação ao PIB, a expectativa de crescimento diminuiu para 2,05%. No que se refere à taxa de câmbio, a expectativa do mercado é de R$/US$ 5,04 ao final do ano. Por fim, a mediana das perspectivas quanto à taxa Selic passou para 10,00% a.a.

  • Índice Geral de Preços - Mercado (Ibre/FGV): o IGP-M subiu 0,73% na segunda prévia de maio, após aumentar 0,31% em abril. No acumulado em 12 meses, o IGP-M apresenta deflação de 0,50%. O componente com a maior alta nesta métrica é o INCC-M, com avanço de 3,61%, seguido pelo IPC-M, com alta de 2,87%. Por outro lado, o componente IPA-M registra queda de 1,93% na mesma métrica.

  • Balança Comercial Semanal (Secex): o saldo médio diário da balança comercial foi de US$ 499,0 milhões em maio de 2023 para US$ 350,1 milhões em média diária até a terceira semana de maio de 2024. O saldo acumulado até a terceira semana de maio de 2024 é de US$ 4,2 bilhões. No ano, a balança comercial registra superávit de US$ 31,9 bilhões (jan-mai/24).

  • Sensor (FIESP): o Sensor encerra maio em 50,1 pontos. Há estabilidade da atividade industrial paulista na leitura atual, com o resultado muito próximo a linha dos 50,0 pontos. Os empregos fecham maio com 52,1 pontos. Os estoques marcam 51,9 pontos em maio. Os investimentos registram 50,0 pontos em maio. O indicador de mercado (que representa a percepção sobre o setor de atuação) marca 49,8 pontos neste mês. Por fim, as vendas encerram maio em 48,3 pontos. Todos os dados acima contemplam o tratamento sazonal. Confira a nota completa aqui.

  • Índice de Confiança do Empresário Industrial paulista (FIESP/CNI): o ICEI-SP marca 49,6 pontos em maio. Em comparação a abril (50,3 pontos) houve queda de 0,7 ponto. Tal redução altera o cenário de otimismo do mês passado para o pessimismo da leitura atual, ao encerrar abaixo da linha dos 50,0 pontos. As condições atuais registram 45,0 pontos em maio e indicam, novamente, pessimismo. Já o indicador de expectativas fecha maio em 51,9 pontos. Por estar acima dos 50,0 pontos, a sinalização é de otimismo para os próximos seis meses. Confira a nota completa aqui.

  • Sondagem Industrial (CNI): a produção da indústria brasileira encerrou o mês de abril em 55,3 pontos, considerando os dados sem influência sazonal. Este resultado corresponde a um aumento de 6,0 pontos em relação ao mês anterior (49,3 pontos em março) e sinaliza expansão da atividade após um único mês de retração. Resultados acima de 50,0 pontos indicam expansão da atividade e abaixo deste nível, retração.

  • Índice de Confiança do Consumidor (Ibre/FGV): o Índice de Confiança do Consumidor do mês de maio encerrou em 89,2 pontos, redução de 4,0 pontos em relação ao mês imediatamente anterior, quando marcou 93,2 pontos, dados com ajuste sazonal. Com os últimos resultados, o índice continua sinalizando pessimismo dos consumidores. O Índice de Expectativas recuou 6,7 pontos em maio, ao encerrar aos 95,5 pontos. Já o Índice de Situação Atual fechou o mês de maio em 80,6 pontos, ao registrar estabilidade em relação ao mês anterior. Valores abaixo de 100,0 pontos indicam pessimismo da confiança do consumidor e acima, otimismo.

Síntese da semana: 

A divulgação da Balança Comercial, da pesquisa Sensor e da Sondagem do Consumidor foram os destaques da agenda econômica nesta semana.A Balança Comercial brasileira registrou saldo positivo de US$ 4,2 bilhões até a terceira semana de maio. No acumulado do ano até o momento, o superávit comercial é de US$ 31,9 bilhões. Neste mesmo período do ano passado, o país havia registrado saldo comercial positivo de US$ 34,5 bilhões (jan-mai/23).Em relação à indústria paulista, a pesquisa Sensor, realizada pela FIESP, indica estabilidade da atividade em maio, ao registrar 50,1 pontos. Este resultado foi influenciado, dentre outros fatores, pela expansão dos empregos e pela contração das vendas do setor no mês.Por fim, a Sondagem do Consumidor, realizada pela FGV, sinalizou piora da confiança em maio (89,2 pontos), com redução de 4,0 pontos em relação ao mês anterior (93,2 pontos). O resultado foi puxado pelo componente de expectativas, que apresentou queda de 6,7 pontos no mês, enquanto o componente de situação atual permaneceu estável. 


Agenda Econômica para a próxima semana: 27/05 a 29/05 

27/05/2024 (Segunda-feira):

  • Banco Central divulga o Relatório Focus.

  • FGV divulga a Sondagem da Construção.

  • CNI divulga a Sondagem Indústria da Construção.

  • Secex divulga a Balança Comercial Semanal.

28/05/2024 (Terça-feira):

  • FGV divulga a Sondagem da Indústria.

  • IBGE divulga o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15).

  • Ministério do Trabalho divulga o CAGED.

29/05/2024 (Quarta-feira):

  • FIESP e CIESP divulgam o Levantamento de Conjuntura.

  • FGV divulga o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), a Sondagem de Serviços e a Sondagem do Comércio.

  • IBGE divulga a PNAD Contínua (Taxa de Desemprego).

Fonte: FIESP

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

ความคิดเห็น


bottom of page