top of page
  • Foto do escritorsinbevidros

MERCADO SE REÚNE NA 14ª FESQUA



O Sinbevidros marcou presença na cerimônia de abertura da 14ª edição da Fesqua (Feira Internacional da Indústria de Esquadrias) que foi realizada no dia 14 de setembro no São Paulo Expo. A Feira reuniu diversas empresas do setor de esquadria e vidreiro para discutir e gerar oportunidades para os membros, colaboradores e clientes. Além disso, o evento é prestigiado e consolidado como a maior feira do mercado de esquadrias da América Latina.


O evento começou com uma grande expectativa, principalmente em função do longo período em que a Feira ficou suspensa por conta da pandemia. Para Maurício Macedo, presidente da Fieira Milano – empresa responsável por organizar e dar suporte à Fesqua -a restauração dessa feira é muito importante e gratificante para o mercado e para as empresas que estão inseridas no setor. “É um momento emblemático estarmos aqui fazendo, mais uma vez, a abertura dessa feira e cooperando com os impactos positivos que ela trás para a cidade de São Paulo e também para as indústrias de esquadrias”, diz o presidente.

Mais uma vez a Fesqua realiza sua exposição em conjunto com 17ª edição da Ebrats. A sinergia entre Fesqua e Ebrats fizeram com que essa fosse a maior edição da Feira, que ocupou todo o pavilhão do São Paulo Expo, contando com 28 mil metros quadrados em exposição de produtos.



Durante a cerimônia de abertura, Vinicius Silveira, diretor do Sinbevidros, afirmou que a Fesqua desempenha um papel muito importante para o setor. “O cliente do associado Sinbevidros está presente no evento, e são eles que compram os nossos produtos. Eu tenho certeza que após 4 anos sem a Fesqua, esse será um marco importante para a exposição no ano de 2022”.




Vinícius também demonstra otimismo em relação ao mercado para os próximos anos. “O mercado continua crescendo, como também já vinha crescendo durante a pandemia, e através do termômetro presente em nosso mercado, conseguimos pontuar mensalmente o crescimento do setor vidreiro. O secretário de Habitação da cidade de São Paulo João Siqueira de Farias, ressaltou a importância do evento para a cidade.  “A prefeitura de São Paulo vai entregar 60 mil unidades habitacionais até 2023 e depende de vocês para entregar. Feiras como esta para a cidade de São Paulo são estratégicas, isso é fundamental e só é possível porque São Paulo investiu muito e é um exemplo de vacinação, fomos a ‘capital mundial da vacinação’”, finalizou.


21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page